As novas tendências de trabalho e as novidades do Microsoft Teams que as acompanham

As novas tendências de trabalho e as novidades do Microsoft Teams que as acompanham 1

O futuro do comércio eletrónico: 5 tendências que se vão destacar em 2021

 

Para explorar as tendências e as mudanças no trabalho remoto, a Microsoft apresentou em julho o segundo relatório sobre o seu novo Work Trend Index Report. As conclusões têm por base um longo trabalho de pesquisa, onde se incluem diversas entrevistas e o tratamento de dados que mostram como a situação que vivemos globalmente está a alterar o conceito de trabalho.

Para ajudar todos aqueles que estão a trabalhar remotamente, a Microsoft lançou um conjunto de novas funcionalidades no Microsoft Teams que vem dar resposta à forma como as pessoas passaram a interagir com as diferentes ferramentas de produtividade.

Teresa Virgínia, Diretora da Unidade de Negócio de Colaboração e Segurança da Microsoft Portugal afirma que:

 

Os hábitos no mundo alteraram-se drasticamente com a Pandemia e nada vai ser como dantes. O futuro do trabalho está a ser desenhado neste momento e na Microsoft estamos numa posição única para observar, aprender e imaginar como esse futuro será. E as conclusões deste estudo permitem-nos trabalhar e apresentar hoje soluções inovadoras que ajudam na otimização do trabalho remoto.

 

As principais conclusões a retirar do estudo sobre as tendências do trabalho remoto:

Relação entre as videochamadas e a fadiga laboral – Um ponto comum relacionado com o trabalho remoto é que este pode ser mais desafiador do que o trabalho presencial.

Alteração da cultura do local de trabalho – A pandemia promete ter alterado a cultura do local de trabalho como a conhecemos para sempre, com a curiosidade das Gerações Z e Millennium serem as mais afetadas com esta nova realidade.

O futuro do trabalho das 09h00 às 17h00 – Os comportamentos têm vindo a sofrer alterações, como verificado em horários mais alargados – por exemplo, as conversas entre equipas no sábado e no domingo aumentaram mais de 200%.

Os escritórios físicos não vão desaparecer – Não voltamos ao ponto em que nos encontrávamos, essa é a grande certeza do estudo. O trabalho no futuro será um misto entre o trabalho remoto e presencial.

 

Sabemos que o novo mundo do trabalho será de certo híbrido, onde uns escolherão trabalhar no escritório, aprender em casa, mas mais ainda escolherão fazê-lo remotamente. Estamos a evoluir as nossas ferramentas para irem ao encontro das necessidades e desafios do trabalho e educação dos dias de hoje, mas também a prever as tendências e a inovar para o futuro. Sabemos que não existe substituto para a colaboração presencial, mas o nosso objetivo é que a nossa tecnologia crie pontes entre o mundo físico e o mundo digital e fomente as relações humanas da melhor maneira possível – conclui Teresa Virgínia

 

Relação entre as videochamadas e a fadiga laboral

Investigadores dos Laboratórios Human Factors da Microsoft analisaram o efeito das reuniões remotas e a sobrecarga do cérebro em comparação com o trabalho presencial. Para reduzir o impacto da fadiga laboral, a Microsoft lançou um conjunto de funcionalidades no Microsoft Teams, onde se inclui o Together Mode e o Dynamic View com base em Inteligência Artificial.

Together Mode é uma nova experiência de reuniões que permite colocar os participantes num plano de fundo compartilhado dando a ideia de que todos os participantes estão na mesma sala de reuniões, aumentando desta forma a concentração.

Por sua vez, a Dynamic View otimiza dinamicamente o conteúdo partilhado e os participantes nas videochamadas.

 

As novas tendências de trabalho e as novidades do Microsoft Teams que as acompanham 2

 

Alteração da cultura do local de trabalho

Um dos temas mais consistentes durante as diversas pesquisas realizadas foi o impacto que a situação atual teve nas nossas vidas e sobretudo no equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal – o que pode sugerir a alteração da dinâmica do local de trabalho para sempre.

Mais da metade dos pais que participaram neste estudo (54%) referiu que tem sido difícil equilibrar o tempo para a família enquanto trabalha a partir de casa. Um impacto mais sentido pelos Millennials – que atualmente são a maior geração da força de trabalho por exemplo nos EUA -, bem como pela geração Z. Um dado que ocorre porque existe uma maior probabilidade destes grupos terem crianças pequenas ou de partilharem espaços de trabalho com colegas de quarto.

 

As novas tendências de trabalho e as novidades do Microsoft Teams que as acompanham 3

 

Outros dados mostram ainda que o trabalho remoto se tornou mais inclusivo para a maioria das pessoas. Mais de metade (52%) dos inquiridos sente-se mais valorizado ou incluído nas reuniões porque estão todos no mesmo espaço virtual. Um sentimento com maior impacto na China (65%) e na Alemanha (57%). Foi possível verificar também que a ferramenta de chat levou mais pessoas a compartilharem as suas opiniões e ideias. Especificamente, as mensagens em chats nas reuniões de equipa aumentaram mais de 10 vezes, entre 1 de março e 1 de junho.

Tornar as reuniões mais inclusivas e efetivas é outro dos aspetos importantes no trabalho à distância e a Microsoft apresentou também as Live Reactions, com manifestações do estado de espírito com emojis, as Chat Bubbles, mensagens que aparecem no campo de imagem dos participantes, e aumento do número de presenças em reuniões, com capacidade para mais de 1.000 participantes.

 

O futuro do trabalho das 09h00 às 17h00

O conceito de semana de trabalho das 9h00 às 17h00, estará a desaparecer? Os dados sugerem que sim. Nas diferentes equipas analisadas, as pessoas estão a trabalhar com maior frequência no período da manhã e da noite, mas também aos fins de semana. As equipas conversam das 8h00 às 9h00 e das 18h00 às 20h00, o que significa um aumento face a qualquer outra hora do dia – entre 15% e 23%. O trabalho ao fim-de-semana também está a aumentar – as conversas entre equipas ao sábado e domingo aumentaram mais de 200%.

 

Este estudo permitiu também à Microsoft desenvolver e aperfeiçoar os recursos disponíveis no Teams. Para ajudar os colaboradores a gerir melhor o seu tempo foram adicionados novos recursos como um status de foco que permite a cada equipa saber se precisa de reservar um tempo no calendário para se focar numa determinada tarefa. Cada pessoa pode também definir horários e dias mais tranquilos para silenciar as notificações do Teams. De forma a otimizar o trabalho e poupar tempo, o Microsoft Teams introduz hoje uma nova aplicação – Tasks apps – que agrega todas as tarefas de outras aplicações como o To Do, Planner ou Outlook. As respostas automáticas sugeridas no chat também é uma nova funcionalidade que permite aos utilizadores responder com a resposta pré-definida mais adequada à situação.

 

Os escritórios físicos não vão desaparecer

Enquanto as equipas se adaptaram muito rapidamente a trabalhar a partir de casa, muitos perguntam agora se no futuro os escritórios físicos vão desaparecer? Este estudo diz-nos que 71% dos colaboradores e gestores inquiridos pretendem continuar a trabalhar a partir de casa, pelo menos uma parte do tempo.

 

As novas tendências de trabalho e as novidades do Microsoft Teams que as acompanham 4

 

Mas verificamos outras questões relevantes na questão do trabalho remoto que pode querer afastar alguns de continuar a trabalhar desta forma, como por exemplo questões de conectividade e falta de um escritório adaptado e ergonómico na própria casa. O futuro do trabalho não será como anteriormente, mas o local de trabalho físico provavelmente será uma parte importante do futuro do trabalho, uma vez que traz benefícios como a conectividade, espaços ergonómicos e oportunidades para socialização e união da equipa.

 

Fonte: Microsoft