Reconciliação Bancária – O que é e como fazer?

Reconciliação Bancária

Saiba como implementar um sistema de reconciliação bancária na sua organização com a ajuda do ERP Microsoft Business Central

 

O que é a Reconciliação Bancária?

A Reconciliação Bancária é um processo em que se compara os extratos bancários com a contabilidade interna da empresa.

Diariamente, as organizações efetuam diversas transações financeiras, nomeadamente, pagamentos, recebimentos, transferências, investimentos, entre outros. Para assegurar que essas mesmas transações estão devidamente registadas é necessário proceder à conciliação de contas: comparando as entradas e saídas e as transações efetuadas.

Dependendo do volume destas transações, muitas vezes os saldos bancários demonstrados pela contabilidade da empresa podem não refletir exatamente a sua posição financeira real naquele momento.

 

Com que periodicidade deve ser feita?

Realizada diariamente ou semanalmente, a reconciliação bancária facilita a conformidade com os saldos reais da empresa, evitando decisões tomadas com base em valores distorcidos em relação à realidade financeira da organização. No entanto, este procedimento de controlo interno pode ser realizado mensalmente.

 

Passo a passo para a Reconciliação Bancária:

  1. Identificação das contas bancárias: Independentemente da finalidade das várias contas que a empresa possa ter, todas devem ser conciliadas;
  2. Lançamento diário de todos os movimentos financeiros realizados: Desde pagamentos a fornecedores, empréstimos bancários salários, impostos, etc., as entradas e saídas devem ser detalhadamente registadas;
  3. Confirmação do saldo bancário: Deve conferir, comparar e confirmar todos os valores e datas dos movimentos;
  4. Tratamento e correção das divergências: Os movimentos financeiros que não coincidirem devem ser analisados e deve ser compreendida a origem da irregularidade, procedendo, posteriormente, à sua correção;
  5. Reconciliação bancária: O intuito é auferir o saldo contabilístico através do saldo bancário, fundamentando uma possível diferença. Por exemplo, cheques emitidos, mas que ainda não foram descontados.

 

O resultado da conciliação bancária deve ser um relatório claro e objetivo, sendo possível identificar as diferenças encontradas entre os extratos bancários e o saldo interno da empresa.

Este processo apresenta a realidade da situação financeira da empresa, relevante para tomar decisões importantes para o negócio como, por exemplo, fazer empréstimos ou negociar pagamentos parcelados.

 

Como uma boa gestão depende, igualmente, da precisão da reconciliação bancária, com o software de gestão integrada da Microsoft - Dynamics 365 Business Central - consegue realizar a reconciliação bancária integral da sua empresa.

Não perca tempo e tenha a sua contabilidade em ordem, contacte-nos!